De 1 a 9 de julho , os Frades Menores Conventuais da Espanha reuniram-se em seu XXI Capítulo Provincial Ordinário da Província em El Pardo-Madrio, presidido pelo ministro geral da Ordem, Frei Carlos A Trovarelli , argentino, eleito o 120º sucessor de São Francisco de Assis, em maio de 2019.
reunião acontece a cada quatro anos, mas que teve que alterar as datas devido ao confinamento devido à pandemia de coronavírus. Será uma ocasião para avaliar o caminho percorrido durante o período de quatro anos anterior (2016-2020) e agendar o próximo ( 2020-2024), levando em consideração o projeto de seis anos da Ordem 2019-2025, intitulado "Conformidade com o Evangelho para ser uma fraternidade missionária".
Com dez presenças na Espanha e cerca de setenta frades, a Província , que tem Nossa Senhora de Montserrat como chefe, freqüenta principalmente três escolas, sete paróquias, três igrejas conventuais e uma casa de formação com três jovens formados. A custódia de São Francisco de Asís na Colômbia também depende da Província da Espanha, com seis presenças e trinta frades colombianos.
No Capítulo Provincial de 2016, foram aprovadas três prioridades, que serão avaliadas em 2020 : redescobrir a dimensão vocacional e a própria consagração, cuidando da vida fraterna como dimensão essencial do carisma franciscano e do primeiro testemunho evangelizador; revitalizar o ministério vocacional juvenil nos níveis pessoal, comunitário e provincial; e apostar no ministério da família na missão educacional e pastoral.

Treinamento e planejamento

Em recente entrevista à Antena Conventual, a revista da família conventual franciscana da Espanha, o Ministro Geral declarou que “nos últimos anos a Província da Espanha fez uma série de opções simples, mas muito importantes, sobre formação permanente e planejamento evangélico de vida e missão, e este é um exemplo para a Ordem ”.
“A formação permanente - explicou o Ministro Geral - entendeu não apenas ou principalmente como treinamento, mas como promoção de espaços fraternos , de iniciativas comunitárias, de reflexão comum, de atualização de conteúdo. E o planejamento evangélico, ou seja, a concepção de presenças dentro de um projeto comum, atualizável a cada quatro anos, e com fortes opções para uma vida simples, próxima ao povo de Deus, testemunho ”.
Enfrentando os desafios do novo período de quatro anos, o P. Carlos A. Trovarelli indicou dois: “Pense em uma reestruturação de presenças, talvez reduzindo algumas e aprimorando outras; e manter vivo o ministério vocacional e juvenil, pois já foi demonstrado que, com trabalho e qualidade de proposta, nossa vida é interessante para os jovens ”.

Novo Ministro Provincial

Na terceira sessão do Capítulo provincial, o novo ministro provincial, Frei Juan Antonio Adánez Silván , 61, eleito em 3 de abril na terceira votação por carta entre todos os frades da Província, assumirá o cargo.
Juan Antonio Adánez, que substitui o P. Ángel Mariano Guzmán depois de quase oito anos neste serviço, nasceu em Almorox (Toledo) em 6 de setembro de 1958. Entrou no seminário menor de Palencia em 1969 e emitiu a profissão temporária em 1976, após o ano do noviciado em Saragoça.
Ele estudou Filosofia em Assis (Itália) e Teologia em Sant Cugat (Barcelona), e completou a sua formação teológica na Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma, onde obteve uma licenciatura em Teologia Espiritual em 1983. Professou os votos perpétuos em 1982 e Ele foi ordenado sacerdote dois anos depois.
Ao longo de sua vida religiosa , o P. Juan Antonio trabalhou em diferentes paróquias e igrejas do convento da Província (Sevilha, Zaragoza, Palencia e Barcelona) e foi professor nas escolas de San Buenaventura em Madri e San Francisco de Asís. , em Valladolid. Ele também foi delegado provincial do Ministério da Juventude e Vocação e diretor do Secretariado Nacional de Ministério da Juventude e Vocação da Conferência Espanhola de Religiosos (Confer).
Nos últimos vinte anos, ele serviu como guardião nas fraternidades de Palencia, Barcelona e Valladolid , sucessivamente, e por quatro mandatos, ele foi um definidor provincial. Na época de sua eleição, ele era membro do Definitório como vigário provincial. Por vários anos, ele colabora com a Antena Conventual. Ele também publicou Olá, alegria; bem vindo liberdade! Harmonia franciscana (PPC, 2015).
Confira a entrevista do Ministro Geral, Frei Carlos A. Trovarelli a Religion Digital: